Amigos conta-se nos dedos

30/09/2016

 

     

       Em meu olhar todos  os amigos são de verdade. São verdadeiros os que já vieram e os ainda  virão;  verdadeiros quando não  conseguem  ser nossos amigos; verdadeiros mesmo  quando passamos do ponto que suportam; verdadeiros quando vão embora e nos   deixam;   verdadeiros  quando  voltam;  verdadeiros

quando dizem sinto muito,  ou nos deixam dizer o mesmo; verdadeiros quando nos surpreendem com  o melhor  e o pior  deles, pois só posso  ser amigo  de seres humanos em sua   grandeza   e   pequenez;   verdadeiros  quando   nos reencontrando   nos    evitam,     estão     com    seus    corações machucados, por nós ou por  eles mesmos;  verdadeiros quando, embora eu achava que era um outro o meu melhor amigo, mesmo ignorado, é um outro entre eles que me vem e me faz tão bem que também poderei lhe dizer: amigo!!! Amigos somos todos nós, embora, talvez eu nem consiga te contar nos dedos, é que tenho somente 10 para caber todos que surgem aqui neste alpendre chamado Facebook ou nos grupos do Whatsapp, onde eu os encontro sempre mais! Aprendi com um bom amigo: – “aquele que está pronto para a realidade amigável dos amigos, já não se encanta mais com sonhos de ficção dos superamigos!”.

Amigos conta-se nos dedos de todas as nossas mãos !

 

 

 

 

 

       Este é o olhar  que move  em meu coração  pelos caminhos  que fui vendo o sentido  e a força  de  tudo  ser como  é. Para  dar  algumas  imagens,  no  Yoga a sabedoria dos  mestres  me ensinou que “tudo é necessário”.  Dos Valores Humanos emergiu o amor  como  um núcleo que expressa paz na ação-correta e como verdade que nos leva à não-violência. E, nas Constelações Familiares, atendendo  e  mesmo   sendo   atendido,  toda   vez  que  pude   estar  perto de  um “estranho” e me conectar pela  alma,  sua e de seu sistema familiar, imediatamente encontrei em  mim  um  espaço  para  a amizade, para  o  bem  querer,  o  bem  falar  e o  bem  agir.  Pude vivenciar que só no ‘ego’ há os afastamentos e traições,  nunca na Alma.

 

      Vou partilhar  com vocês meus amigos,  o olhar  de uma  pessoa  amiga,  a primeira a ler este texto  que escrevi sobre os amigos, a fala dela também me tocou ao reconhecer que amigos vem do  tempo em que  se viveu grandes  histórias juntos, também vem do  imediato tocar  na alma por  algo que só no coração  se pode tomar  e reconhecer, é uma presença,  é um olhar  e a conexão está feita;  e disse ainda,  as constelações tem  nos dado oportunidades de  viver  a eternidade das relações no momento presente.

 

     Eu reconheço assim como  nos vem  a amizade, um mover  de relações, compreensões, conexões, idas e vindas,  redemoinho e remanso, em tudo, creio mais e mais, que toda  forma de amizade  tem o mesmo papel na vida, a evolução do amor e da gratidão, é verdadeiramente um   espaço   de   espiritualidade.  A amizade   é   a   mais   próxima  tradução  das   múltiplas possibilidades  da  força  do  encontro humano para  a mais fantástica  experiência  da  vida,  a própria vida. Que grande  alcance teve em meu ser o dia que ouvi de B. Hellinger:

– “A vida é amigável”.

 

 

Patos de Minas, primavera 2016

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Nos grandes baús é que moram as joias mais raras

April 30, 2017

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags